quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Ipojuca tem o segundo maior PIB de Pernambuco.



Ipojuca desbancou Jaboatão dos Guararapes da posição histórica de município com o segundo maior Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco, atrás apenas do Recife. O título de número dois no ranking é uma demonstração do dinamismo econômico da cidade que abriga o maior polo de atração de investimentos do Estado, ancorado pelo Complexo de Suape. Ontem, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o PIB dos municípios em 2010. Já Petrolina foi o primeiro município do interior a despontar entre cinco maiores PIBs do Estado.

“O município de Ipojuca não deverá chegar a ultrapassar o PIB do Recife, mas a perspectiva é de um crescimento expressivo nos próximos anos. Nesse resultado de 2010 já aparece a importância do Complexo de Suape, com os impactos da operação de grandes empreendimentos, a exemplo do Estaleiro Atlântico Sul (EAS)”, observa o diretor de estudos e pesquisas socioeconômicas da Agência de Planejamento de Pernambuco (Condepe/Fidem), Rodolfo Guimarães. 

Quando entrarem em funcionamento outros projetos estruturadores, como a Refinaria Abreu e Lima e a Petroquímica Suape, o ritmo de crescimento será ainda mais acelerado.
Na comparação com 2009, Ipojuca ganhou oito posições nacionalmente (aparecendo em 60º lugar) e duas posições em âmbito regional, figurando como o número 11 do Nordeste. O PIB do município passou de R$ 6,88 bilhões para R$ 9,1 bilhões (quase um terço do recifense). A participação no PIB do Estado também saltou de 8,78% para 9,56%, enquanto Jaboatão saiu de 9,29% para 8,79%. O ganho de posição foi impulsionado pela indústria de transformação, comércio e serviços prestados a empresas.

Fonte: Adaptado JC