terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Poli-USP desenvolve simulador de manobras de navios.

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) desenvolveu um simulador de manobras de navios capaz de reproduzir condições do mar e outras variáveis de alguns dos principais portos brasileiros. O equipamento, 100% nacional, foi desenvolvido por uma equipe coordenada pelo professor Eduardo Aoun Tannuri, do Tanque de Provas Numérico (TPN), um laboratório da Poli-USP.

O Simulador Marítimo Hidroviário (SMH) começou a ser desenvolvido há dois anos, a partir de um simulador offshore, criado para treinamento de operadores de navios que atuam em operações de transferência de óleo das plataformas instalados em alto mar para os navios petroleiro.

— Por meio de modelos matemáticos, o SMH simula ventos, ondas, correntezas e marés — conta Tannuri. O simulador reproduz ainda o comportamento de vários equipamentos, como rebocadores, leme, motores de propulsão, bússola, GPS, entre outros”, acrescenta.

O simulador já está sendo utilizado nos portos brasileiros, como o de Tubarão, onde foi simulada a atracação de um dos maiores navios do mundo, o Vale Brasil. Também foram simuladas novas manobras no porto de Suape (PE), Pecém (CE), e Itaqui (MA), Rio Grande (RS) e terminais do porto do Rio de Janeiro (RJ). O equipamento também foi usado para a avaliação da navegação de novos comboios fluviais, que transportarão etanol na Hidrovia Tietê-Paraná.

O projeto teve financiamento da Petrobras. Todos os softwares foram projetados e desenvolvidos no TPN, um laboratório em parceria da estatal com a Poli-USP.


Fonte: Portos e Navios