quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Suape será porto de parada


  O Panamá ocupa a quarta posição no ranking mundial de qualidade de infraestrutura portuária. Em 2012, mais de 14 mil navios transitaram pelos quatro portos do país, movimentando 333 milhões de toneladas de cargas, que transitaram para mais de 120 rotas no mundo. Essa posição relevante fez o Governo do Estado acender o interesse comercial para fazer do Porto de Suape um ponto de parada entre estes percursos. A ideia é de que essa operação inicie em 2015, quando a expansão do Canal do Panamá, um investimento estimado em U$ 5,25 milhões, esteja concluída. A iniciativa colocará o país da América Central na posição de líder mundial do setor marítimo.

“A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento determinou que o Panamá é o melhor país de conexão com a América Latina, em que, apenas em 2012, 23 empresas movimentaram 342 navios, com uma capacidade total de carga de 1, 28 milhões de TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés)”, afirmou o representante do governo panamenho, Álvaro Losada. “O desenvolvimento de Pernambuco nos últimos anos é algo assombroso. Por isso, é preciso fomentar parcerias comerciais como essas para fortalecer nossas bases”, completou. 

“Suape tem condições de atracar navios nessa capacidade”, garantiu o presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Roberto Abreu. De acordo com ele, a proposta é que os navios venham do Panamá e descarreguem em Suape, para que, daqui, as cargas sejam enviadas para toda a América Latina e países europeus. “Hoje, devido a logística das rotas, isso acontece pelos portos do Sul”, disse, complementando que a operação também poderá ser inversa: de Suape-Panamá.



Fonte: FOLHA PE