quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Ipojuca o município que mais cresce em Pernambuco.

Distante apenas 60 quilômetros do Recife, Ipojuca é hoje o município em crescimento mais acelerado de Pernambuco, sendo a terceira maior arrecadação em ICMS do Estado, ficando atrás apenas para a Capital Recife (R$ 402.826.581,78) e para Jaboatão dos Guararapes (R$ 142.628.149,60). Até agosto deste ano, Ipojuca alcançou R$ 124.945.247,10, seguido pelo município vizinho Cabo, em quarto lugar, com R$ 92.953.696,06. Os números são da Secretaria da Fazenda de Pernambuco SEFAZ/PE. Este bom momento econômico se deve ao Complexo Industrial de Suape, que tem 70%de seu território em Ipojuca e os demais 30% no Cabo. Este crescimento também trouxe demandas por moradias, empregos, escolas e hospitais. Nem tudo são flores, nem tudo é espinho.

Encontrar o equilíbrio social, ambiental e econômico é o desafio dos gestores públicos de Ipojuca e de toda a região do litoral e da Mata Sul que se beneficia desta industrialização anunciada. Há 20 anos, o turismo e a cana-de-açúcar eram os motores que moviam a economia de Ipojuca. Esses segmentos continuam, mas agora dividem espaço e acumulam problemas por causa da industrialização. Falta mão de obra canavieira e em alguns casos também no turismo.

As ofertas de trabalho na indústria, no comércio, nos serviços e o empreendedorismo atraem a população para novas oportunidades. Neste aspecto, a educação e a capacitação técnica e profissional é ponto crucial para que haja justiça social e oportunidade para todos. A Ipojuca que a sociedade deseja para o futuro deve planejar a sua mobilidade urbana, manter o cuidado ao meio ambiente com foco no desenvolvimento sustentável e se aperfeiçoar na qualidade da prestação dos serviços públicos de saúde, da educação e segurança.

Os recursos que o município dispõe estão à altura do desafio gerencial. A população local e os seus visitantes também têm a sua parcela de contribuição nos resultados. Cuidar da cidade é dever de cada um e de todos, juntos em busca de construir um futuro melhor para Ipojuca. 

Fonte: Folha PE